Tudo o que ela queria é que aquela mentira passageira fosse uma verdade duradoura e que a ausência do que não existia se tornasse uma realidade presente e constante em sua vida. Mas como assim não era, decidiu seguir em frente deixando muita coisa pra trás, sem sofrimento e sem arrependimento; pois como ela mesma dizia, um final é sempre sinônimo de um novo começo, e um novo começo é sempre uma nova oportunidade para ser feliz.

Quem é ela? Eu!

sábado, 20 de agosto de 2016

SAUDADE DE UM SÁBADO À NOITE

Sábado, à noite, sozinha, me faz sentir saudade dos sábados à noite em que eu estive acompanhada e, muito bem acompanhada. Saudade de um frio e de uma garoa que não volta. De um calor que nunca mais vou sentir. Saudade da atenção, da noite de sábado dedicada ao meu bem estar, a fazer coisas que eu gostava de fazer só pra me agradar, tbm pq gostava de me ouvir cantando borbulhas de amor. Não se faz mais sábados à noite como antigamente!! rsrs Ou melhor, eu não tenho feito mais sábados à noite como antes. Vou fazer uma campanha por sábados melhores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário