Tudo o que ela queria é que aquela mentira passageira fosse uma verdade duradoura e que a ausência do que não existia se tornasse uma realidade presente e constante em sua vida. Mas como assim não era, decidiu seguir em frente deixando muita coisa pra trás, sem sofrimento e sem arrependimento; pois como ela mesma dizia, um final é sempre sinônimo de um novo começo, e um novo começo é sempre uma nova oportunidade para ser feliz.

Quem é ela? Eu!

sábado, 30 de agosto de 2014

COMO NÃO PERDER AMIGOS INUTILMENTE

A riqueza de argumentos ás vezes é inútil quando se fala a alguém que está determinado a não entender ou a defender um ponto de vista que nem ele mesmo acredita. É uma perda de tempo que levará a perda de paciência e a uma possível indignação que pode ser evitada apenas ignorando o ser ou conversando somente coisas compatíveis com seu entendimento. Eu aprendi isso na prática, mas antes perdi amigos inutilmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário