Tudo o que ela queria é que aquela mentira passageira fosse uma verdade duradoura e que a ausência do que não existia se tornasse uma realidade presente e constante em sua vida. Mas como assim não era, decidiu seguir em frente deixando muita coisa pra trás, sem sofrimento e sem arrependimento; pois como ela mesma dizia, um final é sempre sinônimo de um novo começo, e um novo começo é sempre uma nova oportunidade para ser feliz.

Quem é ela? Eu!

segunda-feira, 16 de junho de 2014

PEGUETE É IGUAL A ESMALTE

...é que peguete é igual a esmalte: quando o negócio começa a desgastar a gente troca por um novinho e mais bonito, sem choramingar. A unha só fica feia enquanto a gente quer, porque a coisa mais simples é SUBSTITUIR. E a maioria das mulheres tem um bom estoque de esmalte. Mesmo que não use, o importante é ele estar alí pra hora que precisar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário